top of page

Você tem algum problema de pele?

A pele é o maior órgão do corpo humano e reflete, muitas vezes, o que está acontecendo internamente. No Brasil, as mulheres frequentemente enfrentam problemas de pele que vão além das preocupações estéticas, como acne, oleosidade, doenças como psoríase... A Nutrição Integrativa chega como boa alternativa para auxiliar você a melhorar o aspecto da pele e consequentemente ter mais autoestima.

Antes de considerarmos as influências específicas da dieta, é crucial compreender que a pele muitas vezes age como um espelho, refletindo o estado interno do corpo. Problemas dermatológicos, como acne, eczema e rosácea, podem ser manifestações de desequilíbrios internos, incluindo problemas digestivos, inflamação e deficiências nutricionais.

Diversos estudos epidemiológicos realizados no Brasil apontam para a prevalência de problemas de pele entre as mulheres. A acne, por exemplo, é uma preocupação comum, especialmente entre as adolescentes e mulheres jovens. Além disso, a exposição solar constante pode levar ao envelhecimento precoce e ao surgimento de manchas na pele. A dermatite atópica e a psoríase também estão entre as condições dermatológicas que afetam significativamente a qualidade de vida.

Diversos estudos epidemiológicos realizados no Brasil apontam para a prevalência de problemas de pele entre as mulheres. A acne, por exemplo, é uma preocupação comum, especialmente entre as adolescentes e mulheres jovens. Além disso, a exposição solar constante pode levar ao envelhecimento precoce e ao surgimento de manchas na pele. A dermatite atópica e a psoríase também estão entre as condições dermatológicas que afetam significativamente a qualidade de vida.


A inflamação crônica sistêmica, muitas vezes resultante de uma dieta pró-inflamatória, pode desempenhar um papel significativo em problemas de pele. Pesquisadores da área dermatológica, conforme relatado no Journal of Investigative Dermatology, apontam que a inflamação está intimamente ligada a condições como eczema e psoríase. Reduzir a inflamação através da dieta pode, portanto, ser um caminho promissor para melhorar a saúde da pele.

A nutrição integrativa emerge como uma abordagem holística que reconhece a interconexão entre corpo, mente e alimentação. Este modelo procura identificar e tratar as causas subjacentes dos problemas de pele, indo além dos simples sintomas. Ao considerar a individualidade bioquímica de cada pessoa, a nutrição integrativa visa personalizar a abordagem nutricional, levando em conta fatores genéticos, estilo de vida e histórico médico.

Alimentos ricos em antioxidantes, como frutas vermelhas e roxas (mirtilos, morangos, framboesas, amoras) e vegetais de folhas verdes (espinafre, couve, acelga, rúcula, brócolis), ajudam a neutralizar os radicais livres que contribuem para o envelhecimento precoce. Ômega-3, encontrado em peixes de água fria e sementes de chia, pode ajudar a reduzir a inflamação. A ingestão adequada de água também desempenha um papel vital na hidratação da pele.

Vitaminas e minerais específicos, como vitamina D, zinco e probióticos, podem desempenhar um papel na promoção da saúde da pele.

A relação entre dieta e problemas de pele é inegável, e a nutrição integrativa oferece uma abordagem inovadora para transformar a saúde cutânea. Ao adotar uma dieta equilibrada, rica em nutrientes essenciais, e incorporar os princípios da nutrição integrativa, as mulheres brasileiras podem não apenas melhorar a aparência estética, mas também promover a saúde geral a longo prazo. A pele radiante não é apenas uma questão de cosméticos; é uma manifestação da saúde interna que merece atenção integral e personalizada.

Você está satisfeita com a saúde da sua pele?

Para agendar sua consulta, entre em contato pelo link: (61)9.8135-1512

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page