top of page

Quais são os sintomas e como reduzir a inflamação do corpo.🔥

Atualizado: 25 de out. de 2023

A inflamação é uma resposta natural do corpo a infecções ou lesões, mas quando se torna crônica, pode levar a uma série de problemas de saúde, incluindo doenças cardiovasculares, diabetes tipo 2 e artrite, entre outras. Felizmente, existem várias estratégias para diminuir a inflamação, e uma das mais poderosas é através da alimentação.

A inflamação no corpo pode se manifestar de várias maneiras e os sintomas podem variar dependendo da causa e da gravidade da inflamação. Alguns dos sintomas mais comuns de inflamação no corpo incluem:

Dor: A dor é um dos sintomas mais comuns de inflamação. Pode ser localizado em área inflamada ou irradiada para outras partes do corpo.

Vermelhidão: Um agravamento geralmente leva ao fluxo sanguíneo na área afetada, o que pode resultar em ocorrência e calor local.

Inchaço: O acúmulo de fluidos e células inflamatórias na área inflamada pode causar inchaço ou edema.

Calor: Aumento da temperatura na área inflamada devido ao aumento do fluxo sanguíneo é comum.
Perda de função: Dependendo da localização da inflamação, pode ocorrer uma perda temporária ou permanente de função na área afetada. Por exemplo, inflamação nas articulações pode levar à dor e dificuldade de movimento.

Febre: Em casos de inflamação sistêmica ou infecção, a febre pode ser um sintoma associado, diminuindo que o corpo esteja combatendo a inflamação.
Fadiga: Uma inflamação crônica no corpo pode levar à fadiga persistente, uma vez que o sistema imunológico está constantemente ativo.

Sintomas específicos: Além dos sintomas gerais mencionados acima, os sintomas específicos podem causar sintomas específicos relacionados à área afetada. Por exemplo, inflamação no trato gastrointestinal pode causar vômito e falta de ar, enquanto inflamação no trato gastrointestinal pode causar dor abdominal, diarreia ou constipação.

Sugestões para diminuir a inflamação no corpo

Escolha alimentos anti-inflamatórios: Alimentos ricos em antioxidantes e compostos anti-inflamatórios podem ajudar a combater a inflamação. Priorize uma dieta rica em frutas e vegetais, como mirtilos, morangos, brócolis, espinafre e cenoura. As vitaminas saudáveis ​​também são essenciais; opte por abacate, nozes, sementes e azeite de oliva.


Consuma ômega-3: Os óleos graxos ômega-3, encontrados principalmente em peixes como salmão, sardinha e cavala, têm propriedades anti-inflamatórias poderosas. Se não consumir peixe, considere a suplementação de óleo de peixe ou procure fontes vegetais de ômega-3, como chia e linhaça.


Reduza o consumo de alimentos pró-inflamatórios: alguns alimentos podem aumentar a inflamação no corpo e devem ser consumidos com moderação. Evite o consumo excessivo de açúcar refinado, carboidratos refinados (como pão branco e massas), vitamina saturadas (encontradas em carnes gordas e laticínios integrais) e alimentos processados ​​com aditivos químicos.


Inclua especiarias anti-inflamatórias na dieta: alguns condimentos têm propriedades anti-inflamatórias comprovadas. A cúrcuma é especialmente conhecida por seu composto ativo, a curcumina, que ajuda a reduzir a inflamação. Experimente adicioná-la às suas refeições, juntamente com gengibre para melhorar a absorção da curcumina.

Aposte em alimentos fermentados: Alimentos fermentados, como iogurte probiótico, kimchi e chucrute, são ricos em probióticos adicionados para a saúde intestinal. Uma microbiota intestinal equilibrada pode ajudar a reduzir a inflamação no corpo.

Manter-se hidratado: A água é essencial para eliminar toxinas do corpo e manter o funcionamento adequado do sistema linfático, que desempenha um papel crucial na resposta inflamatória. Beba bastante água ao longo do dia para auxiliar na redução da inflamação.



Pratique a moderação e controle do estresse: O estresse emocional pode levar à inflamação. Portanto, além de uma dieta saudável, é essencial encontrar maneiras de reduzir o estresse em sua vida. Pratique atividades relaxantes, como meditação, ioga, caminhadas ao ar livre e hobbies prazerosos.


A alimentação desempenha um papel fundamental na regulação da inflamação no corpo. Ao adotar uma dieta rica em alimentos anti-inflamatórios, como frutas, vegetais, peixes ricos em ômega-3 e especiarias, é possível reduzir o nível de inflamação e melhorar os sintomas mais comuns.

Além disso, evitar alimentos pró inflamatórios e cuidar do bem-estar emocional podem contribuir significativamente para o processo de desinflamação.

Lembre-se de que a chave está em adotar uma abordagem equilibrada e sustentável para a alimentação e o estilo de vida.


Agende sua consulta pelo nosso WhatsApp e se veja livre das dores e dos incômodos que um corpo inflamado pode trazer. Clique aqui ou entre em contato pelo nosso número (61)9.8135-1512, atendimento presencial em Brasília/DF ou online para o Brasil e mundo todo.






Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page